© 2023 por Beatriz R. Tavares Franciosi

 

Pange@

 

O Projeto PANGE@ foi idealizado para superação de um desafio pessoal de realizar uma prática de educação libertadora fundamentada na educação liberal que se estrutura a partir da sete artes liberais, ou seja, das disciplinas do trivium e quadrivium.
 

Desenvolvimento de habilidades e competências do pensamento computacional  através da educação transformadora  e meditação.

 

Quadrivium  


número (álgebra)
número no tempo (música)
número no espaço (geometria)
número no espaço-tempo (astronomia)

 

 

Trivium  
 

lógica
linguagem
retórica

 

Educação transformadora 

A educação transformadora ampliam horizontes possibilitando compreender o significado de aprender-a-aprender, ou seja, resgata a lógica da educação que liberta do medo (de não-saber) que paralisa e aprisiona possibilitando fortalecer e/ou criar estruturas cognitivas.


A forma de ensinar está diretamente relacionada com a educação resultante.  Então, busca-se formas de ensinar que produzam pensamentos em movimento regulados pela razão, fé e espiritualidade.

Transdisciplinaridade

 

Busca-se na transdisciplinaridade aquilo  que está ao mesmo tempo entre as disciplinas, através de diferentes disciplinas e além de qualquer disciplina.

Os três pilares da transdisciplinaridade são os níveis de Realidade, a lógica do terceiro incluído e a  complexidade.

A visão transdisciplinar implica em considerar uma Realidade multidimensional, estruturada em diversos níveis, em lugar de uma Realidade unidimensional do pensamento clássico, também uma Realidade multireferência, estruturada em diversos Planos de Existência que remetem a atitude, afeto, ação.

Uma Realidade multidimensional e multireferencial é incompatível com o culto ao EU que materializa personas utilizando máscaras. Várias máscaras caem para dar lugar ao rosto.

 

A rigor, abertura e tolerância devem estar presentes na pesquisa e prática transdisciplinares.

 

Meditação

 

Meditação é uma jornada interior de autodescoberta ou, na realidade, de uma nova descoberta. É um momento reservado para reflexão e silêncio, fora da agitação e ruído da vida cotidiana. Dar uma pausa (desacelerar) possibilita o retorno ao ponto central do ser e sentir os "pés no chão". Então, começamos a experimentar estresse e uma sensação de estarmos sendo armadilhados. Essa sensação leva, gradualmente, a enfermidades, pois nossa saúde mental, emocional e física perde o equilíbrio.
 

Meditação é um estado em que se permanece além da consciência do dia a dia, a partir de onde começa o fortalecimento espiritual. A consciência espiritual dá poder para escolher pensamentos bons e positivos em vez daqueles negativos e inúteis. Começamos a responder às situações, em vez de reagir a elas. Começamos a viver em harmonia, criamos relacionamentos melhores, mais felizes e mais saudáveis e mudamos nossas vidas de uma forma mais positiva.


 

Pensamento computacional

Pensamento computacional: habilidades e competências
 

  1. Transformar problemas difíceis em problemas possíveis de resolver através de herança e polimorfismo, transformações, simulações.

  2. Pensar recursivamente de modo a interpretar código como dado e dado com código utilizando máquinas de Turing.

  3. Usar abstração e decomposição para resolver problemas complexos ou elabora projetos de sistemas complexos.

  4. Prever, proteger e recuperar problemas potenciais através da redundância.

  5. Usar raciocínio heurístico para descobrir soluções. Mais especificamente, planejamento, aprendizagem e organização.

Ciclos do tempo

 

Tempo é o número em movimento segundo o antes e o depois. (Aristóteles)

 

Tempo linear - (vetor) Sucessão contínua de eventos irrepetíveis e irreversíveis. Seu movimento é retilíneo. Sendo uma linha, o tempo linear é infinito. Sua trajetória é circunscrita por uma linha histórica determinada - tem começo e fim. Como traço histórico perpétuo, o tempo linear é uma série evolutiva de fatos históricos inéditos. Trata-se de um curso progressivo de acontecimento únicos em direção ao futuro. O tempo linear é dotado de significado. Seu desdobramento de momentos inalteráveis é orientado por um propósito final (télos) e, portanto, todos os eventos possuem sentido na medida em que ocorrem em vista de uma finalidade última. Exemplo: presente-passado-futuro

Tempo cíclico -  (círculo) Sem começo nem fim, o tempo cíclico é um eterno retorno.
Uma vez que nenhum evento é absoluto, o tempo cíclico repousa na permanente sequência de ciclos repetitivos. Seu movimento circular é contínuo. Sendo um círculo, o tempo cíclico é infinito. Isso significa que a história não comporta nenhum fato singular. Pelo contrário, a história é marcada pela reedição de acontecimentos passados. Portanto, o tempo não passa de um círculo inexorável - sem saída e sem fim. Tudo está condenado a girar eternamente na roda da história. Exemplo: Ritual diário: (todos os dias) acordar-ir para o trabalho-voltar para casa-dormir-acordar- ir para ...

Perspectivas do tempo - A perspectiva linear do tempo está fundamenta na bíblia: criação-revelações (apocalipse)-volta do messias. A cultura cristã pressupõe uma evolução ou aprimoramento da alma humana a fim de atingir a salvação, o homem cristão deve seguir seu destino. O tempo está objetivamente ligado às escrituras e a vinda do messias, uma concepção prioritariamente religiosa, política e transcendental. Isso fica evidente quando pensamos no significado da palavra “tempo” com diferentes significados: o tempo dos dias e horas, o tempo social (histórico) e o tempo clima.  Segundo a  perspectiva circular, mais comum nas culturas pré-colombianas como os maias (*) ou dos gregos antigos, a concepção de tempo está relacionada ao tempo da terra e dos astros, fundamental para uma economia de subsistência agrária. Portanto mais econômica, científica e prática, totalmente voltado ao manuseio da terra. Isso por sua vez também tem influência no politeísmo e monoteísmo. As culturas politeístas têm seus deuses cada um ligados a questões diferentes. Por exemplo, deus da colheita, deus da chuva, deus fertilidade. Uma concepção deísta ligada ao tempo e necessidades da terra ou dos astros que, por sua vez, tem relação com a plantação e as estações do ano. Já a religião monoteísta não admite a setorização dos deuses. Um único Deus é responsável por tudo: supremo, onipotente, onipresente e onisciente. Capaz de perceber e sujeitar o tempo e o destino do homem,  a sua vontade.

(*) Os maias tinham um calendário circular baseado em ciclos repetitivos fundamentais para a organização religiosa e cultural.

BIBLIOGRAFIA

 

BASARAB, N. O manifesto da transdisciplinaridade. SÃO PAULO: TRIOM, 2005.

BORGER, S. R. O ciclo do tempo: a Índia e a perspectiva de renovação da história. SÃO PAULO: Brama Kumaris, 2013.

CAPRA, F. A teia da vida: uma nova compreensão científica dos sistemas vivos. SÃO PAULO: CULTRIX, 2012.


CAPRA, F. Tao da física.  SÃO PAULO: CULTRIX, 2011.

COPENHAVER, B. P. Hermetica: The Greek Corpus Hermeticum and the Latin Asclepius in a new English translation, with notes and introduction. Cambridge University Press,  1992.

JOSEPH, I. M.  Trivium: as artes liberais da lógica, da gramática e da retórica.  SÃO PAULO: É REALIZAÇÕES, 2014.

LENT, R.; BUCHWEITZ, A. ; MOTA, M. B. Ciência para educação: uma ponte entre dois mundos. SÃO PAULO: ATHENEU, 2017.

MARTINEAU, J. Quadrivium: as quatro artes liberais clássicas da aritmética, da geometria, da música e da cosmologia.  SÃO PAULO: É REALIZAÇÕES, 2014.

PUENTE, F. R.  Os sentidos do tempo em Aristóteles. SÃO PAULO: LOYOLA, 2001.

TOBEN, B.; WOLF, F. A. Espaço-tempo  e mais além. SÃO PAULO: CULTRIX, 2013.